Realojamento em habitação municipal
Outros
A Câmara Municipal de Almada procedeu, no dia 3 de janeiro, ao primeiro realojamento de 2020. A habitação foi atribuída a um cidadão, com doença grave.
Ao abrigo da excecionalidade, prevista no Regime de Arrendamento Apoiado, a Câmara Municipal de Almada (CMA), atribuiu uma habitação T1 a um cidadão, com doença grave, que residia numa tenda em parque de campismo.
 
O realojamento ocorreu no dia 3 de janeiro de 2020.
 
Aquisição de frações habitacionais
 
A CMA adquiriu, a 30 de dezembro de 2019, oito frações habitacionais, num investimento municipal de 550 mil euros.
 
A aquisição destas habitações, dispersas pelo concelho, visa o realojamento de agregados familiares, em situação de vulnerabilidade.
 
Candidatura municipal ao FEDER
 
Ainda em dezembro de 2019, a CMA, em parceria com o Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU), apresentou uma candidatura ao Programa de Iniciativas Urbanas Inovadoras (FEDER), na ordem dos 6 milhões e 250 mil euros.
 
Esta candidatura, ainda em apreço, pressupõe a construção, no Monte de Caparica, de:
 
- 54 fogos de renda acessível, por parte do IHRU
 
- Uma unidade residencial, com 30 unidades de alojamento, com respostas diferenciadas, dirigidas a população com necessidades específicas
 
- Um centro comunitário, no qual se articulem e interajam economia, arte e saberes tradicionais.
 
 
08/01/2020