Café Memória em Almada 2019
Saúde
Trata-se de um projeto dedicado a pessoas com problemas de memória ou de demência e aos seus cuidadores. Em 2019, realizaram-se 12 sessões mensais do Café Memória que contaram com uma participação média de 25 pessoas.
No terceiro ano do Café Memória as 12 sessões, realizadas uma vez por mês, contaram com uma presença média de 25 pessoas.
 
A maioria são cuidadores e/ou familiares e representam 57% dos participantes. A presença de pessoas com demência ou com problemas de memória, ascende a 15%.
 
Dos presentes, 37% participou mais do que uma vez.
 
Os 16 oradores convidados abordaram temáticas tão diversas como o Regime Jurídico do Maior Acompanhado, Atividades de Estimulação Cognitiva, Longevidade com Felicidade, a Terapia Assistida com animais, Mobilidade na Pessoa com Demência, Alterações no Sono, Cuidados Paliativos.
 
Em 2020
 
Para o 4.º ano do Café Memória de Almada, o objetivo é promover sessões sobre temas abrangentes na área da demência, desde a área da saúde (nutrição, cuidados prestados em situação de dependência consequente da demência, diagnósticos de demência e fases de evolução), área social, ocupacional e psicológica (direitos e respostas sociais disponíveis, propostas de ocupação e animação para pessoas com demência, o desgaste emocional das pessoas que cuidam), contando também com testemunhos pessoais de cuidadores/familiares ou de pessoas da sociedade civil com experiência de vida relevante para a discussão e reflexão sobre o tema da demência. 
 
Três anos de Café Memória
 
O Café Memoria de Almada foi criado por Protocolo de Colaboração assinado, em dezembro de 2016, entre a Santa Casa da Misericórdia de Almada, na qualidade de entidade promotora, a Alzheimer Portugal, como entidade coordenadora da Rede de Cafés Memoria, a Sonae Sierra, detentora da ideia, a Câmara Municipal de Almada e cinco instituições de apoio a pessoas idosas, integradas no Grupo Concelhio de Pessoas Idosas de Almada.
 
Os Cafés Memoria são locais de encontro destinados a pessoas com problemas de memória ou demência e respetivos familiares e cuidadores, para partilha de experiencias e suporte mútuo.
 
São dinamizados por dois técnicos com formação na área das demências, com apoio de voluntários e funcionam em sessões mensais, no Museu da Cidade, na Cova da Piedade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e redução do isolamento das pessoas com problemas de memória ou de demência e seus cuidadores.
 
 
 
 
26/12/2019