Plano de Pormenor do Cais do Ginjal - Enquadramento->

Cais do Ginjal - Foto a preto e branco

Na sequência da aprovação pela Câmara Municipal de Almada, em 19.03.2008, do Enquadramento Estratégico do Almaraz/Ginjal, e decorrente das suas orientações estratégicas, a CMA deliberou a elaboração do Plano de Pormenor do Cais do Ginjal.

Este território que constituía um espaço histórico industrial de desenvolvimento de Almada, caracteriza-se hoje como um espaço vazio e abandonado, mas que possui um elevado potencial de desenvolvimento no contexto da Área Metropolitana de Lisboa.

A situação actual do edificado, está fortemente condicionada pela morfologia do terreno envolvente, e pela precariedade dos acessos, que conduziu à degradação do edificado. A imagem do lugar, a sua identidade é dada pela sua situação geográfica única aliada a uma imagem indissociável de Lisboa, como se dela fizesse parte.

O Ginjal e Quinta do Almaraz revelam-se como uma oportunidade extraordinária de revitalização do núcleo histórico pela sua dimensão e pela sua posição estratégica de porta e fachada da cidade de Almada.

A criação de novos acessos entre a cota baixa do rio e a cota alta da cidade deverá ser vista de forma absolutamente interligada com outras acessibilidades de forma a garantir um maior cerzir entre a cidade e a área de intervenção