Quinta do Almaraz - Valor Patrimonial->
A Quinta do Almaraz abarca uma zona de elevado valor patrimonial. Trata-se de uma das mais importantes escavações arqueológicas fenícias do País, que será o motor das soluções encontradas para esta área da cidade, como garantiu Samuel Torres, o arquitecto que lidera o Estudo de Enquadramento Estratégico da Quinta do Almaraz.
 
As escavações arqueológicas, iniciadas pela autarquia em 1986, revelam que este antigo povoado teve uma utilização permanente por uma comunidade urbana, que remonta à Idade do Bronze.
 
Posteriormente foi detectado um entreposto comercial de origem fenícia, através do qual chegavam ao Tejo comerciantes e produtos da bacia do Mediterrâneo, sobretudo cerâmica, tecidos, armas e produtos exóticos.
 
Esta troca comercial terá certamente acelerado a produção na região de diversos produtos, entre os quais, sal, peixe seco e salgado, azeite, vinho, cereais, para além de metais, como o ouro, o cobre, o estanho e o chumbo.