Plano de Pormenor de Abas da Raposeira - Enquadramento->

Plano de Pormenor de Abas da Raposeira - Enquadramento
Na sequência da aprovação pela Câmara Municipal de Almada em 21-09-2005, do Estudo de Enquadramento Estratégico da Costa da Trafaria, e decorrente das suas orientações estratégicas a CMA deliberou a elaboração do Plano de Pormenor das Abas da Raposeira.
 
O território em que se insere a Área de Intervenção está parcialmente associado a um elemento natural marcante da paisagem – a arriba fóssil – que estabelece a separação entre a planície litoral e a plataforma da Raposeira.
 
É constituído por uma situação de encosta orientada a norte, que se desenvolve a partir da Av. Afonso de Albuquerque e cuja pendente se vai acentuando de forma gradual para sul, culminando com a parede da arriba, a qual proporciona um sistema de vistas ímpar sobre o estuário do Tejo.
 
Ocupado predominantemente pela Mata Nacional das Abas da Raposeira, com excepção de uma frente de moradias na base da arriba, que têm vindo progressivamente a ser desocupadas através de programas de realojamento - quer por se tratarem de situações de génese ilegal quer por se implantarem em situação de risco decorrente da proximidade da arriba, e da sua vulnerabilidade a inevitáveis desmoronamentos decorrentes da instabilidade natural.
 
A progressiva degradação da mata tem levado ao abandono da sua utilização por parte da população da Trafaria pelo que urge inverter esta situação através de uma proposta de ordenamento que salvaguardando os valores naturais proporcione uma utilização sustentável.
 
Associada à mata, a frente da Av. Afonso de Albuquerque poderá ser objecto de um projecto de ocupação pontual, com vista à resolução do programa de realojamento.
 
O plano deve ainda considerar a compatibilização com o corredor do IC32.
 
Os objetivos deste Plano de Pormenor são:

» Salvaguarda dos valores naturais e paisagísticos (permitir o usufruto do espaço público da mata como parque urbano)

» Resolução dos conflitos de ocupação do território (remoção das construções de segurança precária e realojamento dos habitantes)

» Resolução da frente urbana da Av. Afonso de Albuquerque (Ordenamento duma frente urbana com ocupação pontual, integrando os acessos ao parque urbano que promova a diversificação de usos e a qualidade urbana, sem prejuízo do indispensável realojamento dos actuais moradores no local)

» Definição das acessibilidades (IC32, reordenamento da Av. Afonso de Albuquerque, garantir espaço canal para o MST)

» Redelimitação das áreas da REN