Setas Login
Setas Newsletter Setas Agenda Setas Contactos Setas Mapa do Sítio    
Casa da Cerca - Programação
Casa da Cerca - Banner Festa da Casa da Cerca
Casa da Cerca - Banner Há Música na Casa da Cerca
Casa da Cerca - Banner FlickrCasa da Cerca - Banner Issuu
 
Página inicial SeparadorDestaques SeparadorNovas exposições para ver na Casa da Cerca
Novas exposições para ver na Casa da Cerca seta indicativa de direcção do conteúdo 
Separador

Novas exposições na Casa da Cerca - março 2020 
Novas exposições na Casa da Cerca

A Casa da Cerca apresenta esta temporada um conjunto de 4 exposições nos vários espaços expositivos deste Centro de Arte Contemporânea, que estarão patentes até 17 de maio de 2020.

Destacamos a exposição de Seulgi Lee ”NÓS NÃO SOMOS SIMÉTRICOS”, patente na Galeria principal, em que a artista investiga a forma como a sabedoria popular e o quotidiano podem ser traduzidos numa experiência artística representada por cores e formas geométricas. Seulgi Lee reinterpreta objetos tradicionais e neles incorpora a linguagem de mitos, contos e provérbios e, ao fazer referência a saberes artesanais milenares, cria objetos e desenhos que se assemelham a artefactos produzidos por uma misteriosa sociedade.

Na Galeria do Pátio, apresentamos “Tecnologias de Improvisação”. “Lectures on Improvisational Technology” é um conjunto de pequenos vídeos, produzidos pelo coreografo William Forsythe com o objetivo de treinar os bailarinos da sua companhia, oferecendo-lhes uma perspetiva da sua abordagem à improvisação. Forsythe imagina o corpo como um dispositivo que “escreve” no espaço. Esta exposição integra a programação do Festival Internacional de Dança Contemporânea “Cumplicidades”.

A Cisterna acolhe “X” de Sara Bichão, uma escultura que que se situa entre uma natureza morta e um autorretrato da artista enquanto luz. X é um corpo etéreo, feito de uma luz azul forte que invade e satura o espaço da Cisterna onde está depositado, e nos remete para outros espaços.

Na Sala de Leitura do Centro de Documentação e Investigação Mestre Rogério Ribeiro podemos encontrar uma exposição que apresenta uma seleção de livros de artista de Ana João Romana, produzidos entre 2000 e 2020. Mais do que acreditar na terminologia ‘livro de artista’, Ana João Romana defende a ideia da publicação enquanto prática artística.




Imprimir Voltar   Imprimir Imprimir
 
Acessibilidade | Política de Privacidade | Ficha Técnica | Sugestões/Reclamações | Perguntas Frequentes
Copyright © 2007 Almada Informa. Todos os direitos reservados.