Setas Login
Setas Newsletter Setas Agenda Setas Contactos Setas Mapa do Sítio    
Casa da Cerca - Programação
Casa da Cerca - Banner Festa da Casa da Cerca
Casa da Cerca - Banner Há Música na Casa da Cerca
Casa da Cerca - Banner FlickrCasa da Cerca - Banner Issuu
 
Página inicial SeparadorDestaques SeparadorLugar onde se refaz o Mundo: da intimidade às salas de exposição
Lugar onde se refaz o Mundo: da intimidade às salas de exposição seta indicativa de direcção do conteúdo 
Separador

Lugar onde se refaz o Mundo: da intimidade às salas de exposição
Casa da Cerca - Património
“Na varanda fechada, espaço comparável a um Jardim de Inverno” (sem data)

Para criar um Centro de Arte Contemporânea nesta antiga casa senhorial foi necessário transformar os seus aposentos em amplas salas de exposição, quer em comprimento, quer em altura. Do passado, restam-nos as paredes das fachadas.
No entanto, as memórias escritas de Francisco de Andrade1, último morador (residente entre 1924 e 1957), desafiam-nos a imaginar a arquitetura e a organização dos interiores desta casa entre os anos 1850 até 1988, ano da sua aquisição pela Câmara Municipal de Almada.
Em tempos idos, a atual Receção fora uma cavalariça com capacidade para acolher 12 cavalos. Mais recentemente, transformara-se na casa do caseiro. O espaço das casas de banho e da sala de exposições do piso térreo eram, respetivamente, a sala de jantar e a cozinha nobre, onde havia um forno de pão e uma chaminé. Aí encontrava-se, também, a arrecadação para a garrafeira. Uma grande janela com conversadeiras dava para os “olivais”, o atual Parque de Escultura. A escada interior, antes orientada a nascente-poente, era chamada pelos antigos moradores por “Escada dos Fantasmas”. A atual Cafetaria fora a sala de bilhar.
No segundo piso da ala poente, diversas divisões estavam ligadas a um comprido corredor com janelas viradas para o pátio.
Na ala norte, dois torreões separam o salão nobre. Com janelas em todas as fachadas, estes três amplos espaços comunicam entre si por portas envidraçadas. O grande e solarengo salão nobre possui duas grandes varandas, uma virada para o pátio interior e outra virada para o Tejo e para Lisboa. Fechada com janelões de vidros coloridos, a varanda do pátio funcionava como um Jardim de Inverno, uma zona de estar, com muitas plantas e com uma pintura mural de paisagens do Reno (Alemanha).
Uma Casa é um espaço mutável. Os aposentos, antigos espaços privados, íntimos, são agora Salas de Exposição de Arte Contemporânea em transformação para se tornar acessível a todos. Apesar disso, algo se mantem entre o passado e o presente deste Lugar: continua a ser «o espaço do sonho (…) onde se refaz o mundo»2
.

Casa da Cerca - Casamento
“Celebração de um Casamento, década de 1920”

__________

1 CC-CAC, CDI, Textos de Francisco de Andrade (escritos datilografados). 2000
2 Perrot, Michel; Guerrand, Roger-Henri, “Cenas e Lugares”; História da Vida Privada. Da Revolução Francesa à Grande Guerra”. Ariès P., Duby G. (DIR.) Afrontamento. Porto: 1990



Imprimir Voltar   Imprimir Imprimir
 
Acessibilidade | Política de Privacidade | Ficha Técnica | Sugestões/Reclamações | Perguntas Frequentes
Copyright © 2007 Almada Informa. Todos os direitos reservados.