Setas Login
Setas Agenda Setas Horários e Contactos Setas Mapa do Sítio    
Botão Bibliotecas Flickr
 
Página inicial SeparadorDestaques Separador Eventos a decorrer na Sala Pablo Neruda e Salas Polivalentes
Eventos a decorrer na Sala Pablo Neruda e Salas Polivalentes seta indicativa de direcção do conteúdo 
Separador

                                      
Sala Pablo Neruda do Fórum Municipal Romeu Correia
                      
                         
     
                 
Formação
    
   
Dias: 8 a 12 de julhoFormação O sentido dos mestres_g
Horário: das 14h00 às 18h00
Local: Sala Pablo Neruda
  
Formação “O sentido dos Mestres: a máscara", pela companhia de Teatro de Almada
O encenador, ator e pedagogo Hajo Schüler – diretor artístico do grupo alemão Familie Flöz, que apresenta o Espetáculo de Honra desta edição do Festival (Dr. Nest) – dirige a sexta edição de O sentido dos Mestres, este ano dedicado à atuação com máscara.
Com o apoio da Fundação Share, esta formação, destinada a profissionais de teatro, decorre entre os dias 8 e 12 de julho na Sala Pablo Neruda do Fórum Romeu Correia, entre as 14h e as 18h, integrada na programação da 36ª edição do Festival de Almada.
   
Organização: Câmara Municipal de Almada | Companhia de Teatro de Almada
   
Programa:
8 de julho – Máscara e Corpo – (…no princípio era o ato..) – A máscara neutra
9 e 10 de julho – Modos de representação da máscara/Caraterizações –  Respiração, focagem, tensão, jogos não verbais, figura, espaço
11 e 12 de julho – Fazer teatro com máscaras – Dramaturgia visual (história(s)) – Máscaras/Figuras – Forma – Ensais e seus desenvolvimentos
   
Inscrição: mediante o envio de CV e carta de motivação em inglês para geral@ctalmada.pt
Tem um custo de 20€ (10€ para Assinantes do Festival).
As sessões serão em inglês.
          
_____________________________________________________________________________
    
 
                                      
                                       
                             
Sala Polivalente da Biblioteca Municipal José Saramago
                                  
                             
                                       
         
      
Literatura
      
     
     
      Comunidade de leitores Sábados de leitura_g
Dia: 13 de julho
Horário: 15h00
Local: Bar da Biblioteca Municipal José Saramago
     
Comunidade de Leitores “Sábados de leitura”
Nesta sessão vamos falar sobre a obra "Da Costa: praias e montes da Caparica”, de Luísa Costa Gomes
Da Costa, um flanar pelas praias e montes da Caparica.
Vai à Cova do Vapor e sobe depois pelas quintas, vestígios das famílias fidalgas que vinham à Margem Sul desenfadar-se da Corte e de Lisboa.
O percurso termina no Bairro dos Cooperativistas, habitação construída para operários da Lisnave.
Através de conversas e entrevistas, o retrato vivido de um pequeno mundo.
  
Comunidade de leitores Sábados de leitura_autorLuísa Costa Gomes nasceu em 16 de Junho de 1954. É licenciada em Filosofia pela Faculdade de Letras de Lisboa. Foi por vários anos professora do Ensino Secundário e trabalhou ainda no programa Escritores nas Escolas. Traduziu livros, traduziu e legendou filmes. Tem colaborado em vários jornais e revistas, programas de rádio e televisão.
A sua carreira literária começou com a publicação do livro "Treze Contos de Sobressalto" (1981). Desde aí já lá vai dezena e meia de títulos, entre o conto, o romance, o teatro e a crónica, com variados prémios e traduções no estrangeiro.
A sua obra tem refletido sinais temáticos e formais de uma certa pós-modernidade literária, como sejam a autorreflexividade da escrita, a «crise da representação», a questionação e desconstrução das fronteiras entre os géneros, a ironia e o ludismo na utilização dos códigos literários. O conjunto da obra pode ser visto, aliás, como um jogo constante entre a autora e os seus leitores, surpreendendo-os a cada livro pela multiplicidade e diversidade de registos e temas: se “O Pequeno Mundo” (1988 - Prémio D. Dinis da Fundação da Casa de Mateus) é um romance epistolar que filtra uma crítica à sociedade portuguesa atual, já “A Vida de Rámon” (1991) reconstitui ficcionalmente a vida do filósofo e místico medieval Rámon Llull, enquanto “Olhos Verdes” (1994 - Prémio Máxima de Literatura) se constrói como uma paródia ao atual culto obsessivo da aparência e da imagem.
Também no panorama da escrita para teatro, Luísa Costa Gomes se tem afirmado como um dos mais interessante autores, destacando-se neste campo “Nunca Nada de Ninguém” (1991), para além dos libretos para a ópera “Corvo Branco” (1991), de Philip Glass e Robert Wilson e para a cantata “Sobre o Vulcão”, com música de Luís Bragança Gil, levada à cena no Festival de Teatro do ACARTE (Fundação Calouste Gulbenkian) em 1996, onde a autora assumiu também a encenação.
Em 2010 foi galardoada com o Prémio Fernando Namora pela obra “Ilusão ou o que quiserem”.
  
Público-alvo: Maiores de 18 anos
Lotação máxima: 20 participantes (máximo)
Entrada livre
   
_______________________________________________________________________________
 
 
                                                
                                       
                             
Sala Polivalente da Biblioteca Municipal Maria Lamas
                                      
                                  
                             
                              
              
Exposições
   
 
Dias: 4 a 14 de junhoExposição Voar como um pássaro
Horário: terça a sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00
Local: Sala Polivalente
   
Exposição “Voar como um pássaro”
Exposição de pintura e desenho sobre a história da aviação.
  
Inauguração: dia 4 de junho às 10h00, com a intervenção do coro da USALMA
Organização: AE Miradouro de Alfazina
Entrada livre
    
_______________________________________________________________________________
          
Dias: 18 a 28 de junho0 Exposição Água
Horário: terça a sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00
Local: Sala Polivalente
    
Exposição “Eco Escolas-Mar”
A Exposição Itinerante da SCMA “Eco-Escolas” sob a temática da Educação Ambiental foca desta vez o Mar. Realizada por alunos, com idades entre os 3 e os 5 anos, do CC PIA 1 / Centro Integrado Arco-Íris, esta exposição é constituída por peças em forma de cubo de grandes dimensões onde os visitantes são convidados a mexer, brincar e explorar cada uma das faces dos cubos. É uma exposição interativa, onde o principal é vivê-la com intensidade, de forma a replicar boas práticas ambientais!
   
Organização: CC PIA 1/Centro Integrado Arco-Íris Santa Casa da Misericórdia de Almada
Entrada livre
    
_______________________________________________________________________________
  
            
    


Imprimir Voltar   Imprimir Imprimir
 
Acessibilidade | Política de Privacidade | Ficha Técnica | Sugestões/Reclamações | Perguntas Frequentes
Copyright © 2007 Almada Informa. Todos os direitos reservados.