Setas Login
Setas Agenda Setas Contactos Setas Mapa do Sítio Setas English Version    
 
Página inicial SeparadorDestaques SeparadorLaboratório Vivo para a Descarbonização
Laboratório Vivo para a Descarbonização seta indicativa de direcção do conteúdo 
Separador

Projeto inovador para promover a economia circular e a descarbonização da vivência urbana

Almada é uma das 12 cidades selecionadas para implementar um projeto inovador que visa recriar espaços urbanos, transformando-os em espaços demonstrativos de atividades e modos de vida mais sustentáveis, geradores de menos carbono.

Foi lançado pelo Fundo Ambiental um programa que co-financia a criação de seis a oito Laboratórios Vivos para a Descarbonização (LVpD) em várias cidades portuguesas. Este projeto surge na sequência da assinatura dos Acordos de Paris em 2015 por Portugal, onde foram estabelecidas metas ambiciosas a nível local e nacional, para a redução das emissões de carbono resultantes das atividades humanas até 2050.

Estes Laboratórios Vivos são, na prática, espaços delimitados definidos pelas cidades que concorreram ao programa, onde serão implementadas soluções demonstrativas, que depois possam ser replicadas em outros locais e em outras cidades do País e do mundo.

Dos 35 concelhos que apresentaram candidaturas, 12 foram selecionadas para uma segunda fase, sendo Almada a cidade com melhor pontuação neste ranking (ex-aequo com Seixal). Foram assim atribuídos a Almada 80.000 euros para elaborar um plano de execução das ideias apresentadas na candidatura. Mais tarde, existirão 3 milhões de euros de fundos a distribuir pelas cidades participantes, para implementar medidas concretas no terreno já em 2018.

Em Almada, o espaço proposto para desenvolvimento do Laboratório Vivo foi a Rua Cândido dos Reis, em Cacilhas, que reúne condições para ser potencialmente demonstrativa por concentrar usos residenciais, comércio, diversidade de modos de modos de transporte e ser uma zona pedonal e ciclável. O trabalho de requalificação anterior deste eixo urbano, pode agora ser aprofundado com novas dimensões.

Laboratório Vivo para a Descarbonização

No Laboratório Vivo de Almada propõe-se testar e concretizar um conjunto de ações inovadoras. Entre estas destaca-se a criação de um mini-centro de logística urbana, que possa atenuar os problemas na realização das operações de cargas e descargas e mitigar os atuais conflitos na utilização desta via pedonal de grande procura.

Outras das ações a implementar são a criação de uma moeda local, que promova a atividade económica no Laboratório e áreas envolventes, a recolha inteligente de resíduos, incluindo o aproveitamento de resíduos alimentares, a disponibilização de informação em tempo real sobre os modos de transporte públicos que servem a zona, a iluminação pública inteligente e a redução da intensidade energética nos edifícios.

Será também desenvolvido um plano de comunicação dirigido a todos os utilizadores desta zona, residentes, comerciantes e visitantes, que se pretendem sejam parte ativa em todo o processo de descarbonização das atividades que ocorrem no Laboratório Vivo.

Esta aposta de Almada enquadra-se na sua Estratégia Local para as Alterações Climáticas que visa a mitigação das emissões de gases com efeito de estufa no concelho, a redução da sua intensidade carbónica e a promoção da resiliência territorial. Resulta de uma parceria da Câmara Municipal, com a Agência Municipal de Energia de Almada e a Lasting Values.




Imprimir Voltar   Imprimir Imprimir
 
Acessibilidade | Política de Privacidade | Ficha Técnica | Sugestões/Reclamações | Perguntas Frequentes
Copyright © 2007 Almada Informa. Todos os direitos reservados.